Como a taxa de câmbio pode afetar uma empresa?

O ambiente empresarial é bastante complexo e competitivo. Em razão disso, os gestores buscam incessantemente formas de potencializar a expressividade de seus negócios no mercado. Um fator muito importante para esse fim é o acompanhamento da taxa de câmbio, que muitas vezes acaba até sendo negligenciado.

A taxa de câmbio nada mais é do que o valor que se estabelece entre duas moedas, quanto uma vale em relação à outra. Assim, uma moeda pode estar valorizada ou desvalorizada frente à outra. O real, moeda brasileira, por exemplo, vale menos do que o dólar, moeda americana. Saliente-se que não é algo estático, estando sempre variando.

Essa relação cambial traz inúmeras consequências e, por isso, deve-se ficar atento aos seus efeitos na sua empresa. Descubra a seguir quais são! Boa leitura!

Balança comercial

A balança comercial indica a diferença entre o que entra e o que sai do país. Quando a proporção de produtos exportados é maior do que os importados, há superávit, pois entrou mais dinheiro na economia doméstica, o reverso também é verdadeiro.

Essa balança é fortemente influenciada pela taxa cambial. Pois quando a moeda nacional está desvalorizada frente à estrangeira, os produtos internos ficam mais baratos do que os de fora, em consequência desse fato, aumenta-se as exportações e diminuem-se as importações.

Em palavras mais simples, caso haja depreciação da moeda nacional sua empresa acabará se beneficiando, pois seus produtos se tornarão mais competitivos no mercado internacional.

Emprego e renda

A desvalorização cambial interna acaba sendo benéfica para a economia doméstica. Com a diminuição do valor da moeda e o aumento das exportações, tem-se por consequência a geração de mais emprego e renda. Em razão disso, aumentará o número de consumidores dos produtos ou serviços das empresas internas.

Por essa razão os governos podem intervir no câmbio, buscando atrair investimentos estrangeiros, o que acaba levando ao desenvolvimento da economia.

Efeitos da taxa de câmbio na inflação

A inflação também sofre consequências em virtude da taxa de câmbio. Quando a moeda nacional está mais desvalorizada, os custos para se adquirir produtos estrangeiros encarece, assim precisa-se de mais dinheiro para realizar a compra, aumentando, em consequência, a inflação.

Com a valorização do real, há o desestímulo das exportações, pois os produtos internos ficam mais caros para os importadores internacionais. Dessa forma, a oferta de produtos nacionalmente acaba aumentando, pois os produtos que seriam destinados à exportação ficam no mercado interno.

A maior oferta de insumos e produtos diminui o seu preço, o que acarreta na diminuição da inflação.

Crescimento econômico

Diversos estudos apontam que as desvalorizações cambiais acabam sendo positivas para a economia dos países em que ocorrem. Inclusive, verificando-se aumento do PIB – Produto Interno Bruto – que é a soma de tudo o que o país produz.

Tais efeitos são maiores nas indústrias e indústria de transformação, embora se verifique em todos os setores da economia.

O que você achou deste artigo sobre a taxa de cambio e seus efeitos na empresa? Se você gostou e quer ficar por dentro de diversos outros temas importantes, assine agora mesmo nossa newsletter!

Conteúdos exclusivosPowered by Rock Convert