Descubra o que é e por que investir em compliance jurídico!

Já ouviu falar na expressão “compliance jurídico”? A palavra é fruto do desenvolvimento de um termo advindo do inglês “to comply”. A adequação da expressão, no entanto, refere-se à observação da empresa aos parâmetros éticos, à legislação e aos regulamentos por ela mesma elaborados, mantendo uma atuação íntegra e coerente.

Por conseguinte, a expressão traduz uma especificação criada para ressaltar a atuação da empresa em conformidade com as balizas da lei.

Mas quais são os benefícios do compliance jurídico? Se quiser entender, não deixe de ler a seguir!

Conheça o caráter preventivo do compliance jurídico

O foco dessa forma de atuação é a prevenção de riscos e prejuízos que podem comprometer a empresa em suas atividades empresariais, bem como em relação aos seus colaboradores, fornecedores, clientes etc.

O compliance jurídico requer profissionais capacitados e que saibam os meandros do ambiente em que a empresa trabalha, a fim de proporem as melhores estratégias possíveis para uma atuação segura e que traga credibilidade e confiança, solidificando a imagem da empresa.

Para tanto, é necessário que os profissionais responsáveis por essa área tenham conhecimento, além do campo jurídico, noutros setores, tais como a contabilidade, economia, negócios etc.

Pode-se realizar consultorias jurídicas com escritórios capacitados, caso a empresa não tenha um setor específico para tratar dessas questões, visto que não é recomendável aglutinar essa atividade com o setor jurídico mais genérico da empresa.

Uma empresa com atuação firme e o mais distante possível de ter seu nome envolvido em irregularidades, certamente atrai mais investimentos e se torna mais competitiva no mercado. Tendo sua credibilidade fortalecida junto à sociedade.

Garante a blindagem da empresa

Como ressaltado acima, o caráter preventivo do compliance jurídico garante uma atuação estratégica e em conformidade com a lei, inibindo a ocorrência de danos econômicos. Ainda pode servir para potencializar os ganhos, tanto financeiros quanto em relação a melhoria de sua imagem.

Os sócios e colaboradores podem praticar atos que tragam danos à empresa. Nestes casos, além do dano direto advindo das condutas praticadas, pode haver responsabilização legal por descumprimento das leis do país.

Portanto, um plano de compliance jurídico, o qual é voltado à prevenção de riscos, traz mais segurança, resguardando a empresa e evitando perdas.

Além disso, projeta-se programas de auditoria e fiscalização das atividades e departamentos da empresa, numa estratégia permanente de repressão a ilícitos.

Aumenta a efetividade de atuação da empresa

Toda empresa visa crescer economicamente e expandir suas atividades e, por isso mesmo, a grande importância do compliance jurídico. Ele ajuda a prevenir e reduzir as perdas decorrentes das condenações judiciais ou sanções administrativas, por exemplo.

Tal forma de proceder garante a sustentabilidade dos negócios empresariais, pois ficam menos suscetíveis à revezes, que podem gerar perdas significativas e até complicações fiscais, de modo a desestabilizar a empresa.

Melhora a credibilidade da empresa

O compliance jurídico envolve, além do cumprimento da legislação, a cultura da empresa, seus regulamentos internos e seus valores.

Dessa forma, toda empresa terá suas peculiaridades, uma vez que não há fórmula única de compliance, devendo sempre haver adaptação e estratégias diferenciadas para cada uma.

Com um bom plano de compliance, que consiga resolver as demandas e protestos dos clientes, assim como uma maior satisfação dos colaboradores, você verá a melhora da credibilidade empresarial do seu negócio acontecer.

Gostou do nosso artigo? O que você achou da estratégia do compliance jurídico? Comente neste post e deixe a sua opinião!